Estuário do Arade em Lagoa

O estuário do Arade, na Lagoa, encontra-se situada na região do Barlavento algarvio, apesar de ser o segundo maior estuário do Algarve, apresenta uma bacia hidrográfica de 996 km2 e tem como principais afluentes a ribeira da Boina e de Odelouca. Este estuário apresenta uma vasta área de zonas de sapal, que são atravessadas por pequenas esteiros constituindo por importantes habitats para diversas espécies de aves e servem de viveiro para espécies de peixes. É esta razão deste estuário ser classificado como Zona Húmida de Importância Internacional (biótopo CORINE).

estuario do Arade
ornitologico

Natureza Algarvia

Rede Natura em AljezurParque da Ria FormosaEstuário do Arade em LagoaRio Arade em SilvesBarragem da BravuraÁreas Protegidas de LouléÁreas Protegidas de São BrásSerra de Monchique Reserva Natural do Sapal em Vila Real de Santo AntónioParque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

Na Mexilhoeira da Carregação, encontra-se um conjunto de salinas em que é possível observar o pernilongo e, por vezes, alguns flamingos. Na zona do sapal, durante a maré-baixa permite observar as gaivotas e limícolas, como a perna-vermelha-comum, o perna-verde-comum e o maçarico-das-rochas, também aqui se pode observar a alvéola-amarela e a cotovia-de-poupa.

Na zona de Parchal existe outro complexo de salinas, as Marinhas do Parchal, e nos lodos estuarianos adjacentes encontram-se algumas limícolas, como o borrelho-grande-de-coleira, a tarambola-cinzenta, o maçarico-galego e a rola-do-mar. No porto deste, encontram-se as gaivotas nomeadamente a gaivota-d’asa-escura e a gaivota-argêntea. A sul, em Ferragudo, encontra-se o garajau-comum e algumas gaivotas.

No parque municipal da Lagoa, o Sítio das Fontes é um espaço natural único com uma diversidade de ambientes paisagísticos, como o sapal, paul, matagal e uma pequena lagoa sazonal, que tornam este espaço num património natural aprazível.

Mexilhoeira da Carregacao
Marinhas do Parchal
Sitio das Fontes